até
1980 | Campanhas Salariais

CONTEXTO

A campanha salarial de 1980 teve uma mobilização intensa, através de reuniões com militantes e trabalho de porta de fábrica. O material de propaganda foi inovado, enriquecido, diversificado e sua distribuição aumentada. O Suplemento da Tribuna Metalúrgica, que havia sido criado após a greve de 1979, chega a atingir a tiragem de 40 mil exemplares, penetrando clandestinamente no interior das fábricas.

Os bairros são envolvidos na campanha e o apoio de entidades e instituições, como a Igreja Católica, foi um fator importante no processo de mobilização.
A campanha é aperfeiçoada através da atuação da Diretoria, Comissão de Mobilização e criação de um "grupo especial", incumbido de continuar coordenando o movimento na hipótese da prisão dos diretores. O trabalho de base sistematiza-se. As empresas situadas na base territorial do Sindicato são pesquisadas e distribuídas em áreas, com diretores responsáveis pelo trabalho político em cada uma delas.

A campanha salarial de 1980 também foi marcada por um grande número de cartazes, livretos e folhetins. Um dos folhetos fazia a pergunta: "Você já percebeu quantos salários diferentes existem dentro de sua profissão?" E convocava para reuniões no Sindicato.

No dia 16 de março, um domingo, 60 mil metalúrgicos em assembléia no Estádio de Vila Euclides decidem indicativo de greve para o dia 1º de abril, caso não haja uma proposta que atenda às reivindicações da categoria. Os dirigentes sindicais orientam os trabalhadores para que realizem operação tartaruga a partir da segunda-feira, 17.

Assembléias relâmpagos nas portas das fábricas convocam para a assembléia geral da categoria no dia 30. Nesse dia, mais de 60 mil trabalhadores participam da assembléia.

Imprimir contexto
PAUTA DE REIVINDICAÇÃO

CONVENÇÃO E ACORDO

DIVULGAÇÃO
Clique nas imagens para ampliar
REPERCUSSÃO NA MÍDIA
Clique nas imagens para ampliar
IMAGENS
Clique nas imagens para ampliar
IMPRENSA SINDICAL
CRONOLOGIA

VÍDEOS
Polícia reprime trabalhadores durante a greve de 1980
1980

ÁUDIOS
Jair Antonio Meneguelli
Campanha Salarial 1980
DEPOIMENTOS
Clique nas fotos para ler os depoimentos:

Djalma de Souza Bom

Osvaldo Martines Bargas

Devanir Ribeiro

Jair Antonio Meneguelli

Luiz Marinho

João de Deus Martinez

Edilson Ferreira da Silva, Zé do Mato

Luiz Inácio Lula da Silva

Paulo Tarciso Okamotto
MANDATOS
Conheça diretores e cargos entre 1978 e 1981.
© Copyright 2009, ABC de Luta! Memória dos Metalúrgicos do ABC - Todos os direitos reservados

Mapa do Site Fale Conosco Créditos Política de Privacidade

smabc.org.br